Factor Psi – O Extra-Sensorial no Ser Humano I

O evento espontâneo comummente chamado de capacidade psíquica, é denominado de “Psi” ou “Cognição Anómala” ou ainda de “PES” (Percepção Extra Sensorial), nas comunidades científicas.

Será a mente meramente uma mecanística processadora de informação através de um sistema de neurónios? Será um computador de carne, como defendem alguns cientistas da cognição e neurocientistas? Ou será algo mais? As evidências demonstram que, enquanto muitos aspectos do funcionamento mental esteja sem sombra de dúvida relacionado com a estrutura cerebral e actividade electromagnética, existe também algo mais a acontecer, algo muito interessante… Existe uma grande variedade de capacidades Psi, documentadas ao longo de milénios, como o dom da profecia (visão remota), da telecinese (tacto remoto), da clariaudiência (audição remota), telepatia, etc… Esta capacidade tem a sua raiz na intenção focada, em que se desenvolve a capacidade de aceder a uma espécie de consciência partilhada através da aparente sincronização de ondas cerebrais com as de outros indivíduos ou com as de outros seres ou objectos.


Todos possuímos este talento – A imensa maioria das pessoas já experienciou algo dentro do âmbito da Percepção Extra Sensorial, em que intuiu, sonhou ou teve “conhecimento” de algo sem ter como, através dos canais de comunicação convencionais – Chama-se a isto pré-sentimento.


Outro facto extremamente comum é a capacidade de quem nutre um sentimento forte por alguém, se sincronizar com a pessoa por quem sente afecto, dando a sensação de que conseguem “ler” a mente um do outro. Nunca lhe aconteceu pensar em alguém e o telefone toca de seguida?…

A sério? Isto é mesmo verdade?

Discutindo a veracidade ou validade do fenómeno Psi, especialmente na perspectiva científica, há uma questão que está sempre no background: É real? 

Entre tanta coisa que se ouve, exageros, auto-proclamados psíquicos, conjuradores, o uso desinformado do termo parapsicologia , etc… A resposta curta é Sim! Outra resposta, mais elaborada leva-nos para outros assuntos… É que o fenómeno Psi já foi demonstrado em milhares e milhares de experiências financiadas a nível estatal e privado. Governos e mecenas patrocinam cientistas há décadas (senão há séculos) e os resultados são conclusivos, tão conclusivos que até os cépticos mais acirrados dão a “mão à palmatória” e reconhecem que há algo de interessante nos resultados, tão interessante que merece ser objecto de estudo, o que não é conclusivo é a interpretação desses mesmos resultados das experiências. Resta aqui saber se será interessante ou não que queiram que reconheçamos e desenvolvamos essa habilidade, tão fortemente reprimida. Isto porque o Fenómeno Psi pode ter consequências muito sérias na nossa sociedade, pode ter efeitos muito reais no nosso dia-a-dia, alterando a forma como olhamos para nós mesmos e como concebemos o Universo. Pensemos numa das questões mais importantes:

Quais as implicações do Factor Psi na Política? (Nada de estranho pois se os governos financiam têm de saber de que forma é que poderão tirar partido dele)

Bem, vejamos o cenário da seguinte forma… Uma sociedade que usa conscientemente informação pré-cognitiva para moldar o futuro, é uma sociedade que saboreia a verdadeira liberdade. Isto é, o simples acto de milhões de pessoas poderem aceder ao seu próprio futuro e tomarem decisões com base na informação obtida, pode produzir uma ruptura com “destinos” postos em marcha há já algum tempo e isto permitir-nos-ia criar o futuro como o desejássemos ao invés de seguirmos acatando regras e imposições às cegas, como o fazemos neste estado de ignorância… Será que convém, a quem detém poder, que tal aconteça, que evoluamos?

ABRE-TE SÉSAMO!

Embora se pense que esta capacidade está reservada a médiuns, sensitivos, etc, o Factor Psi está presente em todos nós e ao nosso alcance através de estados de consciência alterada. A diferença aqui, é que os chamados “canais” aparentemente têm uma aptidão inata de alterar a a sua consciência a seu bel-prazer. Outro facto igualmente comum é a manifestação do Factor Psi poder estar bloqueada por diversos motivos, um desses motivos é a aceitação apenas da razão e da realidade concreta. Nestes casos, os chamados “cépticos” são aqueles que têm experiências mais impactantes, sentindo-as mais fortemente que qualquer outro pois sentem um misto de maravilha, terror e negação por experimentarem algo que foge à lógica-padrão, que foge à razão e à forma de pensar instituída. Assim, precisamos de pensar “out of the box“, não nos deixarmos limitar pelo instituído e institucionalizado, pelas directrizes da ciência natural que se cinge apenas ao quantificável e qualificável, mesmo Einstein disse que o passado, o presente e o futuro são meras ilusões, mesmo que sejam persistentes e teimosas… O cálculo consciente raramente tem papel na Percepção Extra Sensorial e nos processos Criativos.

Tanto a Criatividade como a PES têm raízes no âmago da psique. Estes estados de consciência alterada (assim como a hipnose) têm a sua sensitividade no núcleo, no cerne do inconsciente e esse inconsciente expressa-se por símbolos, imagens e sensações de modo a comunicar-se com a mente consciente. A Criatividade, a Emotividade e a Hipnose são o “Abre-te Sésamo” para o despertar das impressões e imagens sensoriais.

A habilidade de penetrar no reino do Inconsciente Colectivo foi descrita pelo psicólogo C.G.Jung: Quer seja de forma deliberada ou acidental, qualquer pessoa tem a capacidade de se abrir para esta força de informação dinâmica. Aqueles que se frustrarem com comportamentos auto-destrutivos, de auto-sabotagem pela derrota auto-infligida, terão um Factor Psi pobre, de baixa performance. Outros, com traços de mente-aberta, calor humano, alta auto-estima, sociabilidade, espírito aventureiro, relaxamento, assertividade, verbosidade (nem que seja chitchat) e praticalidade, etc… possuem um Factor Psi bem mais fluido e com melhor desempenho.

A Continuar

Deixe um Comentário... Please! :)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s